Voluntariado corporativo: o que é ser voluntário

Segundo a definição das Nações Unidas: 

“voluntário é o jovem ou adulto que, devido ao seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos.”

Em estudo realizado pela Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente, o voluntário é um ator social e agente de transformação que presta serviços não remunerados em benefício da comunidade, doando seu tempo e conhecimento para ajudar outras pessoas e causas.

O voluntariado surgiu no Brasil no século XVI, quando as organizações religiosas introduziram esse tipo de atividade em instituições relacionadas à área da saúde, as chamadas Santas Casas, que consistiam em centros que recebiam os mais necessitados, como velhos, crianças e a população atingida pelas guerras. A partir da década de 30, o Estado passou a desenvolver políticas públicas voltadas à assistência social, atuando nas instituições filantrópicas. Entretanto, foi apenas na década de 90 que o trabalho voluntário cresceu, tanto em consciência, quanto no número de voluntários. O conceito se modernizou e ações foram tomando novas formas, adotando ferramentas e evoluindo para programas complexos que buscam atuar na raiz dos problemas sociais. Atualmente, adotam uma postura de desenvolvimento e empoderamento dos grupos.

A pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que no Brasil, cerca de 7,4 milhões de pessoas realizam trabalho voluntário, o que equivale a 4,4% da população de 14 ou mais anos de idade do país.

A evolução tecnológica é um dos fatores que contribuíram para esse crescimento, visto que a produtividade aumentou, assim como a pressão por resultados cada vez maiores. Duas em cada três pessoas afirmam já ter pensado em participar de ações voluntárias, entretanto nunca participaram. Os principais fatores são:

  • falta de tempo (40%)
  • nunca foram convidados a desempenhar esse tipo de ação (29%)
  • não sabem onde obter informações sobre o assunto (12%)

Porém, como alternativa para esse problema, cada vez mais empresas estão estruturando programas de voluntariado e incentivando seus colaboradores a utilizarem seu tempo e conhecimento para realizar ações que impactem a sociedade. Mas afinal, quais os benefícios para ambas as partes ao desempenhar atividades voluntárias? Para saber a resposta, fique ligado nas próximas publicações do blog.

Clique aqui e acesse o Relatório de Impacto, com histórias dos projetos da ASID:

 


Sem respostas a "Voluntariado corporativo: o que é ser voluntário"


    Tem algo a dizer?

    Se você achou este conteúdo útil, compartilhe com quem possa se interessar!