Sociedade Inclusiva

UMA SOCIEDADE QUE SAIBA RECEBER A PESSOA COM DEFICIÊNCIA.

Uma sociedade composta por pessoas conscientes das diferenças, mas que respeitem e permitam a participação de todos nas suas rotinas sociais. Isso deverá iniciar no respeito e depois isso desdobrará na acessibilidade física e arquitetônica, na inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho e assim poderemos ver as pessoas com deficiência frequentando shoppings, mercados, parques, cinemas, festas, baladas e afins. Exercendo seus direitos, passando por experiências que lhe proporcionem evolução por meio de suas manifestações.

UMA SOCIEDADE ONDE A PESSOA COM DEFICIÊNCIA ALCANCE O MÁXIMO DO SEU POTENCIAL E UTILIDADE.

Acreditamos que a utilidade é a manifestação das suas virtudes e que as pessoas com deficiência devem receber estímulos que incitem-nas a se desenvolverem e serem protagonistas de suas vidas. Focamos nas qualidades e não nos limites, na virtude por trás da deficiência. Sabemos que a família é parte crucial do processo e que essa deve acreditar nas virtudes e potencial do seu filho, para que ele acredite em si e alcance seu potencial. Acreditamos que numa sociedade inclusiva as pessoas com deficiência devem exercer um ofício, independente de qual seja, que lhes proporcione utilidade.

Quais são as diretrizes que direcionam os projetos da ASID?

EMPODERAR A FAMÍLIA DA PcD

Entendemos que a família é um ponto chave na vida de um filho. Ela pode limitar ou estimular as perspectivas e ações do seu núcleo familiar. Portanto, a ASID acredita que, a construiremos a sociedade inclusiva quando a família está amparada, preparada e envolvida no desenvolvimento do seu filho com deficiência, reconhecendo os talentos, virtudes e protagonismo da PcD.

DESENVOLVER A PcD

É necessário que existam oportunidades, pessoas e locais que estimulem seu desenvolvimento e, assim, garantam o pleno exercício do seu protagonismo. Para nós, o desenvolvimento da pessoa com deficiência na sociedade inclusiva é quando ela frequenta espaços estruturados que estimulem seu potencial, tragam desafios e para isso as instituições especializadas, bem como escolas regulares tem um papel fundamental.

INCLUIR A PcD NO MERCADO DE TRABALHO

A vivência no mercado de trabalho é um grande desafio para o ser humano e também um momento de grandes oportunidades – pessoais, integração, independência e maturidade. Isso não poderia ser diferente para a PcD e esse aspecto está englobado na nossa construção da sociedade inclusiva. Por meio de um ajuste mútuo, criamos uma cultura inclusiva nas empresas e articulamos com instituições e pessoas com deficiência, que trabalham em sinergia e de maneira inclusiva sempre com perspectivas de evolução para todas as partes.

Quais são os 9 programas que a ASID realiza em seus projetos?