Olimpíadas Especiais: a inclusão através do esporte

Realizar uma competição esportiva para pessoas com deficiência intelectual e promover o seu protagonismo, dando oportunidade para todos os atletas. Esse foi o objetivo da ASID, em parceria com a  APABB do Paraná (Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência, de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade do Paraná), a Fundação Olimpíadas Especiais e a Pelissari Gestão e Tecnologia.

Para obter o resultado esperado, cada organização desempenhou um papel fundamental. A Fundação concedeu seu projeto de promover competições esportivas especiais; a APABB foi responsável por organizar o evento e escolher as instituições participantes e a ASID Brasil por engajar voluntários da Pelissari.

Os atletas competiram em diversas modalidades esportivas, como natação, futsal, arremesso de peso, corrida e salto a distância. Já os voluntários eram responsáveis por auxiliá-los na atividades, alguns ficaram dentro da piscina e cronometraram o tempo, outros mediram as distâncias atingidas no arremesso e organizaram as refeições do café da manhã e almoço.

Alunos reunidos em equipe para jogo de futsal

Ambas as partes viveram experiências incríveis, os alunos tiveram a oportunidade de conquistar mais autoconfiança, desenvolver aptidão física e compartilhar seus valores. Já os voluntários puderam conhecer a realidade da pessoa com deficiência que pratica o esporte e acompanhá-los em cada vitória. Lorainy Diniz Andrade, voluntária da Pelissari, afirma:

“É a minha primeira vez como voluntária. Estou achando muita bacana, num momento de manhã fiquei muito emocionada, fiquei pensando como os pais veem os filhos tendo uma evolução muito grande. Me senti muito grata por ter vindo, é uma sensação recompensadora. todo mundo devia experimentar ser voluntário.”

Ver 16 voluntários, 6 instituições e 3 organizações diferentes reunidas com o mesmo ideal de oferecer a 70 atletas a oportunidade de se auto conhecerem e se superar é o que motiva a ASID a buscar cada vez mais alcançar seu objetivo: construir uma sociedade inclusiva.

Clique aqui e acesse o Relatório de Impacto, com histórias dos projetos da ASID:

 

 


2 Respostas a "Olimpíadas Especiais: a inclusão através do esporte"

  • João Carlos Hütner
    16 de novembro de 2018 (01:02)
    Responder

    Sim. Estou captando recursos para AFADEFI de Balneário Camboriú-SC, gostaria de saber como posso fazer para conseguir recursos para a Associação

    • ASID
      12 de dezembro de 2018 (14:15)
      Responder

      Oi João, tudo bem? Você pode captar recursos através de diversas formas, fazendo eventos para instituição, com parcerias com empresas, doação do imposto de renda de pessoas físicas em empresas e muitas outras formas! Entre em contato com o Leonardo Mesquita, leonardo@asidbrasil.org.br, para iniciarmos uma conversa! Abraços!


Tem algo a dizer?

Se você achou este conteúdo útil, compartilhe com quem possa se interessar!