Inclusão consciente de PcD no mercado de trabalho

Para explicar o que é inclusão consciente de PcD é necessário, primeiramente, falar o que não é:

  1. Incluir para bater cotas
  2. Criar vagas exclusivas para pessoas com deficiência (PcD)
  3. Não ter as responsabilidades da vaga bem definidas (resultados esperados)
  4. Uma cultura organizacional não inclusiva
  5. Um ambiente onde o colaborador não tem a oportunidade de demonstrar seu potencial, por falta de tecnologias assistivas e acessibilidade
  6. Não ter um plano de desenvolvimento, promoção e retenção

Tudo isso influência em um ambiente desfavorável para as PcD e seus colegas de trabalho. Com isso a inclusão consciente, que envolve a atitudinal, não acontece.

Inclusão atitudinal

Mas o que é inclusão atitudinal? Em resumo, é aquela onde os colegas de trabalho incluem a pessoa com deficiência nas suas rotinas. Quer exemplos práticos? Ir almoçar juntos, chamar para o happyhour e criar hábitos de feedback são pontos que mostram que a inclusão atitudinal está acontecendo.

Quer uma descrição mais formal? Aqui está: “Refere-se à acessibilidade sem preconceitos, estigmas, estereótipos e discriminações, em relação às pessoas em geral”

Escola de Gente – terminologias

Inclusão consciente

A inclusão consciente de PcD possui alguns pilares. Isto é, pontos que podem e devem ser trabalhados antes, durante e após a contratação.

Guia de Como Realizar a Inclusão Consciente
Pilares da inclusão consciente

Quando se fala em cultura organizacional isso quer dizer sensibilizar e informar sua equipe para preparar o terreno para a inclusão.

Em relação a vaga diz respeito a criar a vaga, não no sentido de ser algo exclusivo para PcD. Mas para definir a função e os resultados esperados.

Por fim, deve-se trabalhar no plano de retenção de talentos, o que significa preparar o plano de desenvolvimento para reter a PcD na empresa.

Vale pra todo mundo

Lendo o último parágrafo você pode ter ficado com a impressão de que tudo isso que falei também vale para pessoas sem deficiência, e você está certo! É exatamente a mesma coisa, pois isso é inclusão.

Quer saber mais sobre o assunto? Então faça o download gratuitamente do guia de inclusão consciente:


2 Respostas a "Inclusão consciente de PcD no mercado de trabalho"

  • Alessandro Frank Adorno Batista
    21 de setembro de 2017 (11:27)
    Responder

    Quero saber qual o passo para se encaixar como pcd ?

    • ASID
      22 de setembro de 2017 (10:02)
      Responder

      Oi Alessandro, tudo bem?

      O primeiro passo é você ir até um médico e avaliar se a sua condição se enquadra como uma deficiência. Em caso afirmativo o médico vai emitir um laudo. E quando você for empregado você apresenta esse laudo para a empresa que está te contratando.

      Abraço e curta a ASID no facebook.com/asidbrasil.


Tem algo a dizer?

Se você achou este conteúdo útil, compartilhe com quem possa se interessar!