ASID realiza Projeto da Fundação Telefônica Vivo

O projeto da Fundação Telefônica Vivo (FTV) contou com execução da ASID. Assim FTV e ASID se juntaram novamente para construir uma sociedade inclusiva.

Sobre o projeto da Fundação Telefônica Vivo

Trata-se de mais uma edição do Vacaciones Solidárias. Nesse projeto colaboradores voluntários do Grupo Telefônica de qualquer lugar do mundo podem doar 15 dias de suas férias para promover ações sociais e educativas ao redor do mundo.

A ASID foi responsável por gerir o programa e fazer a articulação entre a Fundação Telefônica Vivo e a Escola Especializada Primavera. A instituição foi criada em 1971 e atende 160 pessoas com deficiência intelectual leve e moderada de Curitiba e Região Metropolitana.

Dessa maneira foram 13 voluntários de 7 países. Estiveram presentes voluntários da Espanha, Argentina, França, Venezuela, Colômbia, Chile e também do Brasil.

E como foi o projeto?

Como tudo funcionou? Então assista ao vídeo abaixo para saber mais.

Primeiramente, os voluntários foram separados em 3 grupos distintos, cada qual com sua missão, sendo: inclusão, comunicação e inovação. Tais áreas foram escolhidas pois correspondiam as maiores necessidades da escola.

A primeira equipe tinha como objetivo melhorar o processo de inclusão no mercado de trabalho. Dessa forma, receberam uma capacitação para que pudessem entender as reais  dificuldades da escola e assim criar um plano de ação.

Assim sendo, esse processo consistiu em entrevistas com as professoras, alunos e observação das oficinas ofertadas pela instituição. Ao passo que também uma conversa com uma rede de farmácias, que já contratou 10 alunos da Escola Primavera.

Posteriormente, deu-se início a:

  • Padronização de um currículo para os alunos
  • Mapeamento de competências
  • Formação de um comitê de profissionais responsáveis por se reunir de 2 em 2 meses para discutir as competências dos alunos
  • Criação do clube “Encontro dos Feras”,com o objetivo de estimular os alunos quanto a inclusão no mercado de trabalho

Desse modo, os alunos que já estão no mercado de trabalho passaram a usar um lenço com uma cor diferente daqueles que ainda não estão.

Então foi feito um quadro de mosaico com fotos dos alunos com melhor desempenho nas atividades, formando assim o clube e movimentando a empregabilidade dentro da escola.

Atuação dos grupos de comunicação e inovação

O grupo de comunicação também passou por um processo de capacitação e desenvolveu diversas ações internas. Foi feita a padronização dos e-mails, instalação de computadores e internet, elaboração do briefing do vídeo institucional, melhoria da apresentação da escola e a criação de um banco de histórias – o storytelling.

Ao mesmo tempo a terceira equipe, como foco na inovação, atuou para levar conhecimento inovador para os alunos.

Dessa forma, surgiu uma parceira com outro projeto da Fundação Telefônica, o Programaê, que tem a missão de ensinar a lógica da programação para crianças e adolescentes.

Para o Vacaciones, foi desenvolvido um piloto do Programaê para pessoas com deficiência intelectual. Assim os alunos puderam aprender o passo a passo de todo o processo.

ASID realiza Projeto da Fundação Telefônica Vivo
Voluntários do projeto da Fundação Telefônica Vivo e alunos da Escola Primavera

Interação

Em paralelo a todas essas ações, os voluntários também tiveram diversos momentos de interação com alunos. Eles participaram de gincanas, frequentaram passeios, feira cultural e até mesmo deram uma aula sobre o país de origem.

“Receber o Vacaciones Solidárias na Escola Primavera foi um presente muito celebrado pela equipe. Dessa forma, tivemos momentos de conhecimentos, de repensar a prática, de brincar, cantar e de confraternizar. Foi uma experiência maravilhosa que deixou marcas positivas nos estudantes, em suas famílias e em todos da escola.”

Fátima Floriani, Diretora da Escola Especializada Primavera

Como resultado, foi possível perceber que a ASID e a Fundação Telefônica conseguiram alcançar o resultado esperado: proporcionar trocas culturais e de experiências a fim de promover o desenvolvimento social e deixar um legado para que a instituição se desenvolvesse a partir das ações, construindo assim uma sociedade inclusiva.

Quer conhecer mais histórias como essa? Acesse gratuitamente o Relatório de Impacto da ASID:


Sem respostas a "ASID realiza Projeto da Fundação Telefônica Vivo"


    Tem algo a dizer?

    Se você achou este conteúdo útil, compartilhe com quem possa se interessar!