4 resultados para mês: 03/2011


Primeiro carro totalmente adaptado para cadeirantes

Desenvolvido em Correia Pinto, cidade a 25km de Lages - SC, o Pratyko é um carro totalmente adaptado para cadeirantes. Possui acelerador, freio e embreagem controlados manualmente, isso além de porta de entrada e elevador controlados por sistema elétrico. O protótipo está pronto, agora faltam resolver entraves burocráticos e atrair investidores dispostos a patrocinar a produção em escala. O que por sinal não será muito difícil, desde o seu lançamento oficial na internet no início de março, o site do Pratyko foi acessado em mais de 25 países e duas empresas entraram em contato manifestando interesse em produzi-lo. Outro ponto positivo ...

Saiu em 2011 a primeira pesquisa a nível mundial sobre voluntariado

Foi lançada no mês de janeiro, em Cingapura, a primeira pesquisa a nível global sobre voluntariado. A pesquisa tem como foco multinacionais e as relações destas ações em diferentes países. Deste modo, umas das conclusões é que o voluntariado é uma ação estratégica para as empresas que impacta diretamente no clima organizacional. Além disso, a pesquisa afirma: as tendências de voluntariado empresarial na América Latina incluem, ainda, “voluntários de empresas diferentes atuando juntos; programas liderados por jovens idealistas; voluntários e comunidades escolhendo juntos os projetos que serão beneficiados com o apoio financeiro ...

ASID inicia projeto na Escola Especial Fênix

A ASID deu início no Projeto da Escola Especial Fênix. A escola atende 45 alunos entre 7 e 48 anos que possuem Transtorno Global do Desenvolvimento, um tipo de deficiência severo. Atendendo em dois períodos, manhã e tarde, oferece atendimento especializado pedagógico, psicológico, terapêutico ocupacional, fonoaudiológico e fisioterapêutico, com diversos programas de Educação. Está localizada na R. Fagundes Varella, 409, bairro Jardim Social. A procura por vagas é muito maior do que a oferta, por isso são frequentes os casos em que pais voltam para casa sem conseguir uma vaga para seus filhos. Recentemente a Escola passou por problem...

Adaptações para deficientes não são caras

Em palestra realizada no evento 24º Fórum Serasa Experian de Empregabilidade de Pessoas com Deficiência, Susanne Bruyère, diretora do Employment and Disability Institute, afirmou que o gasto incorrido para estabelecer maior acessibilidade para empregados com deficiência é menor do que se imagina. De acordo com Susanne, grande parte do equipamento necessário custa menos de US$1,000.00. E ainda, que esse gasto de US$1,000.00 representaria uma economia de custos para as empresas, uma vez que o valor pago em encargos pelo desligamento dessas pessoas viria a cair. Vale lembrar o poder de compra das pessoas com deficiência, que apenas nos EUA é de ...