Censo do IBGE 2010 revela realidade da pessoa com deficiência no Brasil

O último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010, apresenta dados socioeconômicos da população brasileira. Avaliando informações sobre cidadãos com algum tipo de deficiência, podem-se destacar as seguintes:

  • O censo revelou que 45,6 milhões de brasileiros possuem alguma deficiência – comparando o mesmo dado com o censo de 2003 houve aumento de 21 milhões de pessoas;
  • Dos deficientes que possuem ocupação, 46,4% recebem até 1 salário mínimo, já para a população sem qualquer deficiência esta parcela cai para 37,1%
  • O censo revelou que a tendência para pessoas com deficiência é encerrar os estudos entre o meio e fim do ensino médio, apenas 6,7% possuem ensino superior completo – o número para pessoas sem qualquer deficiência é de 10,7%
  • A situação é mais difícil para deficientes mentais e motores, 28% deste público possui renda entre meio e 1 salário mínimo, a parcela economicamente ativa do grupo não passa de 25%
  • O panorama para deficientes visuais é diferente, 63,7% dos homens 43,9% das mulheres têm vida economicamente ativa. Com faixa salarial se concentrando entre 1 e 2 salários mínimos
  • As pessoas que possuem algum tipo de deficiência representam 23,6% da força de trabalho do Brasil, são 20,3 milhões de um total de 86,3 milhões de pessoas. No entanto cerca de 54% de pessoas com deficiência estava desocupadas ou não eram economicamente ativas
  • O censo também revelou que 40,2% das pessoas com deficiência ocupadas possuiam carteira assinada, o mesmo percentual para pessoas sem qualquer deficiência era de 49,2%

Deixe um comentário

Pesquisar
Agenda de Posts
agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031