Você sabe o que é voluntariado corporativo?

Você conhece a história do voluntariado no Brasil? Começou em 1543, na Santa Casa de Misericórdia e foi reforçado com as ações da Cruz Vermelha no país em 1908. Se tornou mais popular com o Projeto Rondon, em 1967, com atuação de universitários voluntários e, em 1983, com os trabalhos da Pastoral da Criança. Durante esses anos e outros que estavam por vir, o voluntariado estava totalmente voltado a assistir ao próximo em ações emergenciais, de risco e vulnerabilidade. Sabemos que por volta dos anos 2000, ainda que promulgada a Lei de Voluntariado no Brasil, poucas informações estavam disponíveis sobre o benefício e poder que o voluntariado poderia ter.

Ao analisar o voluntariado hoje, nos surpreendemos com a sua evolução na maneira de atuar na sociedade, na abrangência de temáticas e comprovações que o benefício não é mais só para quem é ajudado. Se digitarmos em sites de pesquisa “dados sobre voluntariado no Brasil”, encontraremos 793.000 resultados sendo que, só na primeira página nos são apresentadas 10 pesquisas sobre o assunto.

O que estas pesquisas trazem? O voluntariado mudou. Ele não é realizado mais por um grupo seleto e de algumas iniciativas – ele está presente em empresas, associações, escolas e famílias. O voluntariado virou um meio de revolução na pobreza, educação, saúde, política, desenvolvimento pessoal e gestão – segundo pesquisa do Conselho Brasileiro de Voluntariado (CBVE), identificamos hoje 9 áreas de atuação voluntária.

Por exemplo, a ASID Brasil utiliza o voluntariado para desenvolver e incluir pessoas com deficiência na sociedade. Engajam colaboradores de empresas para assessorar a gestão de instituições filantrópicas que atendem o público, proporcionar vivências experiências únicas à PCD e desenvolver competências de pessoas com deficiência e gestores de ONGs.

Além da expansão nas áreas de atuação e modo de transformar a sociedade, o voluntariado evoluiu na percepção e comprovação dos seus benefícios, agora, falamos de impacto no beneficiário e no voluntário.

Ainda de olho nas pesquisas e naquelas que falam do benefício ao voluntário, encontramos um movimento interessante daqueles envolvidos em voluntariado empresarial para identificar habilidades e competências que podem ser desenvolvidas em ações sociais, como no site do CBVE, podemos encontrar diversas publicações que expõe em números os benefícios.  O Santo Caos realizou um estudo muito interessante chamado “Além do Bem – um estudo sobre voluntariado e engajamento” e um dado que nos salta aos olhos é de que 89% dos gestores entrevistados considera que o voluntariado empresarial faz a pessoa ser um profissional melhor.

Durante 2015, a equipe responsável pela gestão do voluntariado corporativo da ASID analisou a experiência voluntária e o desenvolvimento de competências em suas ações. Neste primeiro estudo, com 772 respostas, os participantes indicaram que mais vivenciaram situações envolvendo competências de:

Para aprofundar a discussão e saber como implementar o voluntariado corporativo, clique e faça o download gratuitamente do nosso e-book:


Sem respostas a "Você sabe o que é voluntariado corporativo?"


    Tem algo a dizer?