Valor para o negócio e a sociedade

Frequentemente o nosso país tem enfrentado diversas crises econômicas que afetam profundamente os pilares de sustentação das empresas.

A eficiência operacional não é mais uma vantagem competitiva, é algo a ser constantemente buscado, um requisito. Nesse sentido, todos sabemos qual é o primeiro item na lista de cortes de custos das companhias em um momento de crise: responsabilidade social e suas variantes.

Isso pode parecer óbvio, mas por quê? Por que o corte de custo afetará diretamente aqueles que serão os maiores prejudicados com a crise econômica?

Provavelmente o seu pensamento é: porque uma empresa precisa sobreviver. Então, fica a pergunta: beneficiar e apoiar aqueles que necessitam vai contra o objetivo de maximizar os resultados da companhia? Talvez muitos vejamque sim, mas de fato não!

Isso é o que defendem duas das mais brilhantes mentes da administração, que com base no caso da Nestlé, fundamentaram a Criação de Valor Compartilhado. Toda abordagem é focada para que a empresa consiga um posicionamento estratégico único e uma vantagem competitiva sustentável no mercado que atua. A geração de
impacto social e ambiental é um eficiente meio para alcançar esses resultados a longo prazo. Não é uma questão de redistribuição, é sim, uma questão de aumentar o valor para todas as partes. Para ordenar de forma didática, os autores elencam três principais formas de alcançar esses dois resultados: aumentar o lucro e maximizar o impacto socioambiental.

Valor para o negócio e a sociedade

Valor para o negócio e a sociedade

Para ilustrar e aprofundar a discussão sobre o assunto criamos um e-book, clique e faça o download:

Criação de Impacto Social e Valor para o Negócio


Sem respostas a "Valor para o negócio e a sociedade"


    Tem algo a dizer?